Aproximadamente 60 servidores da Prefeitura de Guarulhos participaram nesta quarta-feira (8), no Adamastor, de palestras com técnicos do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), que trataram da atuação do órgão fiscalizador e avaliador de políticas públicas e as iniciativas empregadas junto aos municípios para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Os ODS fazem parte da Agenda 2030, que é um pacto da ONU firmado com 193 países que visa à erradicação da pobreza e à promoção do desenvolvimento econômico, social e ambiental em escala global até o ano 2030. Esse compromisso é conhecido como Agenda 2030.

“O trabalho do município segue junto à Agenda 2030 da ONU e a todos os órgãos de controle e fomento de sustentabilidade. O TCE-SP nos mostra a importância do uso das ferramentas, dos indicadores e como funciona o seu processo avaliativo, não apenas em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, mas também aos indicadores ambientais”, disse o diretor de Modernização Administrativa da Secretaria Municipal de Gestão, Giuliano Rainatto.

A atuação do Tribunal de Contas e os ODS foram abordados pela agente de fiscalização do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e coordenadora do Observatório do Futuro do TCE-SP, Marcela Pégolo da Silveira. Ela apresentou também o Observatório do Futuro, que é uma plataforma para orientação e divulgação de boas práticas de administrações municipais paulistas e do Estado na implementação da Agenda 2030.  

Já a atuação do TCE-SP como órgão fiscalizador foi tratada pela a auxiliar técnica de fiscalização Débora Geórgia Tristão, que atua no órgão há mais de 34 anos.

O evento contou com a presença de funcionários das secretarias de Serviços Públicos, Fazenda, Justiça, Gestão, Esporte e Lazer, SDCETI, Saúde, Meio Ambiente, Obras, Governo, Educação, além da Controladoria-Geral, da Ouvidoria e da Câmara Municipal.

A iniciativa, que integra o curso Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e Ferramentas Tecnológicas para Planejar Políticas Públicas, é coordenada pelo Departamento de Modernização Administrativa, por meio da Escola de Administração Pública de Guarulhos (Esap), que integra a Secretaria de Gestão.


REPORTAGEM CELSO CARVALHO